Atenção redobrada aos processos de higienização durante a pandemia

Focada na segurança de produtores, mercadistas e consumidores, a HB-SMR segue as regras sanitárias da ANVISA

As caixas plásticas saem dos produtores rurais diariamente carregadas de frutas, legumes, verduras, entre outros alimentos, são entregues em grandes redes do varejo e, consequentemente, passam por muitas pessoas, até chegar ao consumidor final.

Nesse processo e em tempos de contaminação pelo coronavírus, a higienização de caixas que vão para as gôndolas de estabelecimentos comerciais se tornou ainda mais importante. Para a HB-SMR, o sistema de higienização é prioridade, tanto que a empresa realiza testes que seguem as regras da Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

“O processo de higienização é certificado por meio de laudos laboratoriais, emitidos de acordo com as regras da ANVISA. E os testes que fazemos regularmente buscam avaliar a superfície das caixas, a fim de detectar a presença de bactérias, bolores, leveduras, salmonela e coliformes. Já fazíamos isso antes da pandemia e, agora, redobramos os cuidados e atenção, a fim de contribuir com a prevenção e não contaminação, além da segurança alimentar dos consumidores”, afirma Marcelo Celano.

O gerente comercial da HB-SMR ainda conta que as embalagens são lavadas em máquinas sustentáveis, além disso é feita a reutilização de 90% da água consumida. “Assim, trazemos segurança alimentar para nossos clientes e contribuímos para a preservação ambiental”, completa.

Vale destacar ainda que as caixas HB são utilizadas uma única vez antes da higienização, o que garante uma sanitização constante. Enquanto as caixas sujas são separadas e retornam para o centro de distribuição para serem higienizadas. 

Processos de higienização seguros e sustentáveis

Nossas máquinas de lavagem possuem capacidade para até 5,2 mil caixas por hora. “Elas são energeticamente eficientes e mais sustentáveis. Reaproveitamos a troca de calor gerada e reutilizamos quase toda a água consumida, uma vez que a tecnologia da nossa máquina capta e recircula a água do processo”, esclarece.

Segundo o gerente comercial, além da utilização de detergentes biodegradáveis, a água que é lançada nas caixas segue os parâmetros legais de descarte, e passa por tratamento específico. “É imprescindível utilizar os recursos naturais de forma sustentável. O nosso sistema é a prova de que queremos reduzir desperdícios em toda a cadeia. Na HB, a sustentabilidade abrange diversos temas, inclusive financeiros, porque o nosso produto tem preço mais acessível que os demais, se for analisar a cadeia como um todo”, finaliza Celano.

Você pode se interessar também

Cadastre-se

Receba nossas novidades por e-mail e saiba mais
sobre como estamos inovando no setor de embalagens